Saúde mental da mulher

Falar sobre saúde feminina vai muito além das campanhas de prevenção ao câncer de mama ou de colo de útero.

Ampliar o olhar para o cuidado da saúde mental é a busca do bem-estar e é extremamente necessária para lidar com a complexidade do dia a dia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (2000), a saúde mental feminina é afetada por seu contexto de vida ou por fatores externos (socioculturais, econômicos, de infraestrutura ou ambientais).

Estudos mostram que a saúde mental das mulheres, foram mais afetados durante a pandemia, ocasionando um aumento no uso de medicamentos tarjados para ansiedade e outros transtornos.

Além dos medicamentos, existem algumas alternativas que podem ajudar a controlar a ansiedade e estresse, tais como:

– Prática de atividade física;

– Reduzir o estresse diário;

– Evitar pensamentos negativos;

– Dedicar um tempo para se cuidar;

– Estar com quem você ama.

Fontes:

Ministério da Saúde

www.blog.saude.gov.br

www.minhavida.com.br