Julho Amarelo: mês de luta contra as Hepatites Virais

Julho Amarelo é uma campanha voltada à prevenção contra hepatites virais. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, as mais comuns são causadas pelos vírus A, B e C. Existe ainda, em menor frequência, o vírus da hepatite D, com incidência maior na região Norte. A última, hepatite E, é encontrada com maior facilidade na África e na Ásia.

A campanha tem como objetivo chamar atenção para a importância da prevenção à doença. As Hepatites são doenças que nem sempre apresentam sintomas, mas, quando estão presentes, pode ocasionar:

-Cansaço;

-Febre;

-Mal-estar;

-Tonturas;

-Enjoo;

-Dor abdominal;

-Pele e olhos amarelados;

-Urina escura;

-Fezes claras;

Formas de Transmissão e Vacina:

Hepatite A – Transmissão fecal-oral ou sexual. Há vacina disponível.

Hepatite B – Não tem cura. Mas existe vacina para todas as idades e o tratamento é gratuito pelo SUS.

Hepatite C- Tem cura e tratamento gratuito pelo SUS.

Hepatite D- Causa é infecção crônica, com grave evolução. Tem vacina, é a mesma da Hepatite B.

Hepatite E – Transmissão fecal-oral ou consumo de carnes suínas malcozidas ou cruas.

A Hepatite é uma doença silenciosa e perigosa. Por isso, faça o teste para Hepatite B e C e vacine-se contra a Hepatite B.

Fontes:

Agência de Vigilância Sanitária da Paraíba

Ministério da Saúde. Departamento de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis

Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos